Repetindo a coreografia
Seu corpinho revoluciona
Agora, de uma metade é dona
Logo, da outra se apossaria

Cálido manto do frio protege
Nos braços, felpuda companhia
Inseparável até raiar o dia
Seus sonhos aleatórios rege

Sorri, brincando, a pequena dama
Num belo descanso em sua cama